Problemas de segurança negligenciados

Duarte Paulo

1 December, 2020
problemas de segurança negligenciados nos usados

A compra de veículos usados podem trazer aos novos proprietários problemas de segurança negligenciados

Quando as pessoas ficam com mais tempo livre (e algum dinheiro extra) acabam por usar esse tempo para adquirir outros veículos, novos ou usados. Ou então dedicam-no a tratar melhor o veículo com que circulam. Por exemplo a prepará-lo para viagens maiores, para visitar a família ou simplesmente para dar uma escapadinha à rotina.
Talvez seja tempo de verificar alguns problemas de segurança negligenciados, saiba mais aqui.

Por ventura já efetuou as tarefas de manutenção de rotina do veículo até verificou todos os níveis de fluídos. Talvez até tenha encerado o carro completamente, substituindo a sujidade acumulada por um brilho brilhante. Deixando o veículo preparado para resistir melhor às chuvas, granizo e neve.

No entanto, pode não estar necessariamente pronto para ir a estrada ainda, pois pode estar negligenciando algumas questões importantes de segurança. Esses problemas podem ser caros – para não dizer perigosos – se não cuidar deles imediatamente. Tenha atenção especialmente se adquiriu um veículo usado.

Problemas de segurança negligenciados

Aqui estão alguns dos principais problemas de segurança automóvel que são negligenciados:

Airbags? Quais airbags?

Devido ao elevado valor da sua substituição, muitos airbags são simplesmente removidos

Um relatório recente da entidade americana NHTSA (National Highway Traffic Safety Administration), descobriu que quase um em cada cinco acidentes fatais envolve carros com airbagsdesaparecidos”. Isso é algo que deve preocupar qualquer pessoa que comprou um carro usado. Não presuma que está livre de perigo apenas porque não há sinais de danos relacionados com acidentes ou trabalhos de reparação.

Os airbags podem ser acionados como resultado de colisões de baixa velocidade que podem causar pouco ou nenhum dano. Mesmo que exista fisicamente o airbag isso não significa que esteja operacional. Verifique o histórico do veículo ou peça ao seu mecânico para verificar se há sinais de ativação anterior do airbag.

Suspensão e amortecedores

Se sente o carro com uma oscilação estranha, sem motivo aparente, pode ocorrer devido a danos anteriores na suspensão. Geralmente provocados por impactos fortes originados tanto por acidentes, como por buracos, ou subidas violentas de passeios.

Um dos sinais de alerta pode ser se aperceber que um dos guarda-lamas possui sinais de danos provocados pelas rodas. Pode ser uma pequena dobra do para-lama. Caso a origem do seu carro usado seja desconhecida, ou duvidosa, isso pode ser uma preocupação. Mesmo se os amortecedores parecerem bons, eles podem não estar bem.

Para-choques

Para-choques danificados são motivos de preocupação. Se o seu carro sofreu um embate, mesmo que ligeiro, e se o para-choque foi atingido, peça na sua oficina para verificar. A maioria dos para-choques atuais usa um material de espuma densa para absorver o impacto, mas eles funcionam apenas uma vez, depois devem ser substituídos. Mesmo se eles não mostrarem sinais do lado de fora, a estrutura subjacente pode ser comprimida, o que significa que o próximo acidente não irá funcionar adequadamente. Pode mesmo ser percursor de ferimentos ou danos maiores do que o primeiro acidente.

Travões

Tubagens de travão danificadas ou oxidadas tornam-nas vulneráveis à ferrugem e suscetíveis de falhas. Isto é especialmente verdadeiro se vive numa área com invernos rigorosos, pois muitos dos produtos químicos usados para tratar estradas contêm corrosivos que podem danificar as linhas de travão. Ao contrário de alguns outros problemas de travão, as tubagens danificadas não dão sinais indiciadores ao condutor, como guinchos ou rangidos.

Ao verificar as tubagens de travão, procure indícios de fugas, ou até pequenas poças de fluído do sistema de travagem. Caso detete quaisquer danos ou sinais de ferrugem, é provável que existam outros pontos fracos então, naturalmente, é melhor substituir toda a tubagem que esteja igualmente exposta.

Caso os danos detetados sejam provocados por impactos é recomendável uma inspeção completa da parte inferior da carroceria. Mas este não é apenas um problema do inverno. Diversas zonas inferiores do carro podem enferrujar ou, em casos extremos, até rachar devido à exposição à chuva ou condições persistentemente húmidas, como relva ou erva molhada.

Faróis, também são problema de segurança

Por vezes pequenas pancadas na lente do farol provocam danos. Isso pode reduzir sua visibilidade, criando um perigo quando conduz à noite ou com mau tempo. Caso os danos sejam superficiais saiba como polir os faróis, se estiver partido, proceda à sua substituição.

light, car, wheel, window, glass, repair, vehicle, broken, metal, auto, blue, headlight, speed, crash, headlamp, bumper, front, collision, detail, accident, wreck, damage, sport utility vehicle, automobile make, automotive exterior, automotive design, luxury vehicle

Estes faróis não enganam ninguém, mas o para-choques se for pintado pode ser um problema de segurança

Verifique ainda se quando chove ou quando lava o carro se alguma das óticas ficam com água, ou humidade no seu interior. Na ausência de outro dano visível provavelmente significa que a borracha que veda a união entre a carcaça e a frente da ótica não está a fazer o seu trabalho. Proceda à sua reparação ou substitua o farol.

Bateria

A bateria tem um “prazo de validade”, ou melhor um período expectável de vida. As mudanças sazonais podem ser uma sentença de morte para baterias fracas. Os veículos modernos são cada vez mais exigentes com o sistema elétrico, logo dependentes da boa condição da bateria – sem entrar no campo dos veículos elétricos ou híbridos. Muitos automobilistas estão cientes da necessidade de verificar as baterias do carro no outono, pois qualquer temperatura extrema pode levar uma bateria fraca ao limite… podendo deixá-lo apeado!

Fotos | Jim Belford (Flickr), Wikimedia, Pxhere

--

Uma iniciativa da: