Relembre os limites de velocidade

Duarte Paulo

5 January, 2021
speed, speel limit, excesso velocidade, velocidade, autobahn

Os excessos são perigosos para todos, relembre os limites de velocidade

O excesso de velocidade é a primeira causa dos acidentes de viação em Portugal. Sempre que um condutor duplica a velocidade a que circula necessita de 4 vezes mais distância para imobilizar totalmente o veículo. E isto sem contar com a que percorrerá antes de reagir.

Saiba porque é que existem e relembre os limites de velocidade para que possa cumpri-los com conhecimento de causa e circular de forma segura.

Velocidade adequada

Podemos considerar velocidade adequada, aquela que permitirá, em todas as circunstâncias relacionadas com o condutor, com o veículo, com a visibilidade, com a aderência, com o tráfego, com as condições atmosféricas, da via ou de outras, parar o veículo de forma controlada, sem colidir com qualquer obstáculo e sem derrapar.

Entende-se que deve ser de forma a não provocar embaraços ao trânsito (nem a mais, nem a menos) e sem ter ou provocar acidentes. Deve levar em consideração o bem estar e conforto do condutor, mas não só, deve levar em linha de conta os outros utentes e ocupantes do veículo. Para que todos se sintam em segurança.

A velocidade pode ainda ser considerada como apropriada dentro de outros parâmetros tais como a proteção do meio ambiente, quer seja a nível de poluição sonora ou derivada da emissão de gases. Mas também pela adequação do uso do regime de rotação do motor para gerar o binário ideal para cada situação, e outros fatores de ordem técnica ou mecânica.

A primeira multa

Mas comecemos pelo acontecimento sucedido, em Kent, na Inglaterra, em Janeiro de 1896, quando Walter Arnold conduzia o seu Arnold Benz (carro que o próprio construía sob licença de Karl Benz), à impressionante velocidade de oito milhas por hora (12,8 km/h). Foi a primeira pessoa a ser multada ao volante dum automóvel, a multa, evidentemente, foi por ultrapassar o limite de velocidade.

Esse valor, que agora parece ridículo, era quatro vezes superior à velocidade máxima legal. O limite autorizado eram 2 milhas (3,2 km/h). Como curiosidade, na época havia a obrigação destes veículos serem precedidos duma pessoa com uma bandeira vermelha. O prevaricador também não estava a usar esse elemento de alerta para os restantes condutores, cavaleiros e peões serem alertados da presença dum veículo sem tração animal.

Os motivos económicos para a existência de limites de velocidade

Os países foram determinando, de forma generalizada, os limites de velocidade, mas talvez o momento mais significativo ocorreu nos anos 70 do século passado. Quando surgiu um evento marcante, em outubro de 1973, que criou a necessidade dos países criarem limites de velocidade de circulação. Convém não esquecer que limitar a velocidade tem diversos benefícios, um deles é baixar o consumo.

Fuel Petrol, petrol, combustível, falta de combustível

A escassez foi o fator introdução limites de velocidade.

Esta necessidade foi motivada pela crise petrolífera de 1973. A escassezdeveu-se ao embargo petrolífero declarado pelos membros da Organização dos Países Árabes Exportadores de Petróleo e foi direcionado ás nações que eram vistas como apoiantes de Israel durante a Guerra de Yom Kippur.

Inicialmente o embargo foi para o Canadá, o Japão, a Holanda, o Reino Unido e os Estados Unidos. Mas mais tarde expandiu-se a Portugal, a Rodésia e a África do Sul. Até o fim do embargo, em março de 1974, o preço do petróleo subiu 400% mundialmente, sendo que nos EUA o aumento foi ainda maior. O embargo causou uma crise de petróleo, ou “choque”, com muitos efeitos de curto ou longo prazo na economia global.

Assim, muitas nações, nos anos 70, foram quase obrigadas a controlar os gastos que efetuavam na compra de derivados de petróleo devido ao aumento da matéria-prima. A forma mais rápida de controlar esse gasto foi limitar a velocidade, obrigando a que os consumidores começassem a procurar veículos mais eficientes e económicos. Foi nessa época que as marcas japonesas começaram a ganhar quota de mercado mundialmente.

Os problemas de circular em excesso de velocidade

Mas circular acima do limite de velocidade legalmente definido traz diversos aspetos negativos que cada condutor deve levar em conta. Conduzir em excesso de velocidade provoca:

– Maiores danos em caso de acidente, tanto a nível físico como material;

– Aumento da fadiga do condutor;

– Incremento do consumo de combustível;

– Maior desgaste de pneus, travões e órgãos mecânicos;

– Amplificação dos níveis de poluição emitidos;

– Problemas legais, pois acima dos limites máximos definidos pelo Código da Estrada incorre em infrações, coimas ou outras sanções acessórias.

Relembre os limites existentes:

Fotos | Wikimedia, Pixy Org,

--

Uma iniciativa da: