Saiba como poupar combustível

Duarte Paulo

12 January, 2021

Saiba algumas formas de como poupar combustível

 

Quando as finanças pessoais estão a ser estranguladas com a pandemia, “o caminho” é gastar menos. Assim, seguem-se alguns conselhos sobre como poupar combustível ao circular. A maioria deles serve para todo o tipo de veículos, quer sejam a combustão, híbridos ou elétricos.

A indústria automóvel tem vindo a desenvolver veículos com consumos de combustível e emissões de gases poluentes cada vez menores. Embora alguns dos seus desenvolvimentos sejam exigidos (obrigatórios) pelas entidades reguladoras europeias. Estas são responsáveis pela homologação dos veículos para o mercado.

Mas todavia o esforço da diminuição desejada pode ser “partilhado” pelos condutores. Quem conduz também pode contribuir para a redução do consumo e, já agora, das da emissão de gases poluentes. E com a vantagem acrescida de estarem a conduzir com maior segurança.

O primeiro passo para poupar combustível

O fator que mais influencia o consumo é o próprio veículo. Assim, no momento da compra do veículo novo, optar por um mais eficiente. Acima de tudo é essencial comprar um carro que consiga responder eficazmente às necessidades que o condutor terá. Deve ponderar diversos fatores, desde a lotação, a dimensão, a potência e quais os trajetos que mais usará (urbano, autoestrada ou misto).

A compra deve ser bem refletida. Mesmo após determinar a tipologia de veículo que pretende avalie as vantagens e desvantagens de diversos modelos. Paras uma escolha mais assertiva, avalie preferencialmente propostas de diversas marcas. Opte por modelos que sejam mais eficientes e mais leves. Lembre-se que cada modelo apresenta caraterísticas especificas face à tipologia de trabalho para o qual foi desenvolvido.

Garantir que o veículo está em condições

Um veículo “saudável”, entenda-se com toda a manutenção efetuada dentro dos intervalos recomendados pelas marcas, será sempre mais económico. Tanto em termos de consumo de combustível como de gastos com o desgaste anormal de componentes.

Verificar regularmente a pressão dos pneus. Garantindo que estão inflados à pressão aconselhada para o uso que damos ao veículo. Não se esqueça que existem pressões para circular com o veículo vazio e outra para quando o veículo está mais próximo aa sua capacidade máxima.

Quando não existe atenção à pressão dos pneus e circulamos com valores inferiores o consumo pode aumentar em cerca de 6%. Como sabemos que o preço dos combustíveis não é baixo, basta fazer as contas para apurar quando está a gastar mais que o devido.

Extras desnecessários penalizam consumo de combustível

Um dos maiores inimigos dos bons consumos é a massa, ou seja, o peso quando se desloca um determinado veículo. Tudo conta. O transporte de objetos com um peso de 45kg contribui para o aumento do consumo do combustível do veículo em cerca de 2%. Este estudo foi realizado com a média da gama de veículos vendidos na Europa, que sabemos não ser a mesma média qua a nossa. E saiba que quanto mais pequena e compacta for a viatura, a percentagem aumenta naturalmente.

Uma das comodidades mais usadas é o ar condicionado, porém este exige mais dos motores, logo consome mais combustível. Uma forma de contornar este fator é limitar o seu uso ao mínimo estritamente necessário. Especificamente no inverno, desligue o ar condicionado logo que a temperatura esteja correta. E lembre-se que bastam alguns minutos para desembaciar os vidros.

Costuma utilizar frequentemente as barras do tejadilho? Se sim, deixe-as estar, se o uso é esporádico, retire-as. Elas afetam a aerodinâmica do carro, prejudicando-a. E mesmo que pesem pouco é mais esse elemento que anda a passear de um lado para o outro sem necessidade.

Hábitos de condução

Se adotar hábitos de condução mais eficientes, estes tendencialmente serão menos agressivos ecologicamente falando e mais seguros na generalidade. Assim pode retirar maior partido das capacidades do seu veículo. Otimiza os consumos, reduz a poluição e o ruído. Mas ainda tem mais uma vantagem, está a contribuir para a diminuição do número de acidentes rodoviários.

Comece por dar um pouco mais de espaço para o veículo que o precede. Assim, com a distância acrescida, evitará travagens repentinas. Mas acima de tudo terá mais espaço e tempo para reduzir a velocidade ou imobilizar o veículo caso seja necessário.

Proceda da mesma forma quando retoma a marcha ou quando aumenta a velocidade, faça-o de forma “suave”. Mude para uma velocidade superior assim que possível e utilize rotações mais baixas. Assim aproveitará o binário do veículo de forma a não necessitar de subir rotações que levarão a um maior consumo de combustível.

Use a inércia a seu favor, nas descidas tire o pé do acelerador, mantenha o carro sempre “engatado” numa mudança alta e deixe rolar. Ao fazê-lo, não utiliza combustível, assim o consumo sai beneficiado. Quando o seu veículo disponibilizar o sistema “start/stop”, use-o, não o desative.

Evite velocidades excessivas, não só por estar a prevaricar, mas porque também o veículo consome mais. Quando circula em autoestrada e para ajudar na tarefa de manter uma velocidade constante e evitar ser uma vítima do comportamento de rebanho, habitue-se a utilizar o limitador de velocidade, vulgo “cruise control”, caso o seu veículo o possua.

Resumo e vantagens da adoção de boas práticas

De forma resumida seguem-se alguns pontos para ajudar a poupar combustível:
Manutenção em dia
Condução “suave”
– Cumprimento dos limites de velocidade
– Circular com a velocidade engrenada mais alta possível
– Verificação da pressão dos pneus
– Limitar o uso do ar condicionado
– Levar menos tralha “a passear”

Assim, com a aplicação das sugestões acimas expostos poupa combustível. São pequenas diferenças mas que semana após semana permitem-lhe baixar a conta anual entre 10 a 20%. O que certamente será bom para o orçamento familiar de qualquer um de nós.

women walking city

Mas para terminar duas sugestões mais pragmáticas. Em primeiro lugar, simplesmente evite as viagens desnecessárias. Em segundo lugar, nos casos das viagens de curta distancia, pondere deslocar-se a ou de bicicleta. Pois é mais ecológico, mais económico e certamente tem a vantagem pessoal de fazer exercício físico.

Fotos | Wikimedia, Wikimedia, Stocksnap

--

Uma iniciativa da: