Vivemos tempos diferentes. Tempos estranhos, tempos de reclusão e confinamento em que deixamos de pensar naquelas coisas que gostavamos e que já eram triviais na nossa vida. O carro é uma dessas coisas. Passamos a utilizá-lo mais vezes, mas por menos tempo e menos...