Tapetes do carro: posso prescindir deles?

Ines Carmo

19 March, 2021

Os tapetes do carro são um daqueles elementos que estão no carro quase desde suas origens. Tanto aqueles colocados aos pés do condutor quanto os do resto dos passageiros. E aparentemente eles não parecem ter evoluído muito em várias décadas, além de usar materiais cada vez mais baratos. Isso tem de nos fazer refletir que, se eles não desapareceram mesmo nos carros mais modernos, é por uma boa razão. É por isso que devemos prestar atenção ao seu uso e manutenção adequados, e pensar calmamente no momento de os substituir.

Para que servem os tapetes do carro

tapetes

Função de proteção e higiene

Os tapetes de carro, como aqueles que usamos à porta ou à saída do duche, têm um objetivo básico óbvio: evitar que manchemos ou molhemos o chão. Entramos no carro diretamente da rua, e podemos levar os sapatos molhados, sujos de lama ou com resíduos habituais do exterior (pedras, folhas, lixo…).

A longo prazo, vamos agradecer ter usado tapetes, pois poderemos limpar o carro com mais facilidade. No entanto, se deixarmos o chão do carro ficar sujo ou se molhar com frequência, pode criar mofo e maus odores. Também vamos protegê-lo melhor do nosso próprio calçado, com o qual podemos danificar e acelerar a deterioração do chão.

Função de segurança

A verdade é que, no caso do banco do motorista, o bom estado do piso é fundamental para a nossa segurança. Afinal, é onde os pedais estão localizados, e onde colocamos nossos pés.

Um dos melhores hábitos para conduzir com segurança é fixar o calcanhar no chão do carro e virar o tornozelo para utilizar os pedais com a ponta do pé. E para que possamos realizar todos esses gestos com agilidade e facilidade, precisamos do tapete para garantir a aderência do nosso calçado ao chão.

Função estética

Os tapetes do carro costumam ser escuros, se não pretos, com o objetivo de passarem o mais despercebidos possível. No entanto, os materiais utilizados e, acima de tudo, as cores, podem servir para melhorar a aparência estética do nosso veículo. Como podemos ver em qualquer estabelecimento especializado ou loja online, existem designs para todos os gostos, e desde que cumpram as duas funções acima, qualquer cor ou estampado serve.

Como vemos, há poucas funções dessas peças simples que não paramos de pisar e maltratar no nosso carro. E não parece que com a chegada dos veículos mais sofisticados e tecnológicos o seu papel irá mudar, muito pelo contrário. Já sabemos de tapetes que poderiam conter sensores para estudar os nossos movimentos em caso de acidente ou antecipar nossos próprios erros.

Podemos prescindir dos tapetes do carro?

tapetes

O códido da estrada não obrigam nem proíbem o uso de tapetes no carro, desde que sejam produtos devidamente homologados. Além disso, desde que mantenhamos o interior da cabine em condições de conduzir com segurança, podemos prescindir deles, se quisermos.

Embora, à luz do que vimos acima, possamos concluir que não é uma boa ideia. Sem tapetes, o chão do carro vai acabar sujo e deteriorado, perdendo a capacidade de aderência do nosso calçado. Não vai nos ajudar a secar os sapatos se estiverem molhados, e ele pode escorregar nos pedais e acabar causando um acidente. Mas se chegamos a este ponto, o melhor a fazer é substituí-las por umas novas.

Guia de compra de tapetes para o carro

tapetes

Quando devemos trocá-los

Não há tempo recomendado para substituir os tapetes, pois obviamente dependerá do uso que damos ao nosso carro e dos cuidados que temos na limpeza. Somos nós que temos que valorizar essa possibilidade, mesmo indo além da simples inspecção visual; se sentirmos que não estamos totalmente confortáveis com um tapete, talvez devêssemos trocá-lo por outro.

Deve-se dizer também que não temos que esperar que os tapetes que vêm de série se deteriorem. Os fabricantes geralmente têm tapetes de alta qualidade, e têm a vantagem de serem projetados especificamente para o nosso modelo de carro. Mas podemos tomar a decisão de mudá-los por razões estéticas ou de maior segurança.

Tipos de tapetes para o carro

Quando for a um estabelecimento especializado, ou começar a procurar numa loja online, podemos ficar surpreendidos com o quão diferentes os modelos podem ser. Para fazer uma pesquisa mais concisa, precisamos de saber que existem alguns tipos básicos:

  • De borracha: São os mais baratos e mais simples, mas isso não significa que sejam piores. Também são os mais fáceis de lavar e, se forem de qualidade, podem ser ainda mais duráveis do que os de tecido. Podemos encontrar muitos desenhos, para que os pés não escorreguem, mas também devemos ter certeza de que a parte de trás adere bem ao chão do nosso carro.
  • Têxteis: São mais elegantes e estéticos e geralmente de maior qualidade que os de borracha. Aqui podemos encontrar modelos muito variados, dependendo dos materiais utilizados (feltro, veludo…) e do comprimento ou dureza do pêlo. No entanto, geralmente têm áreas em plástico para melhorar a aderência ao piso.
  • Metálico: Há tapetes metálicos, feitos principalmente de alumínio ou materiais similares. A função é puramente estética, e eles são amplamente utilizados no mundo do tuning. Existem alguns modelos aprovados, muito difíceis de encontrar, mas de qualquer forma desencorajamos a sua utilização porque não melhoram em nada para os anteriores.

tapetes

Características que devem cumprir

Sabendo qual o tipo de tapete que queremos comprar, devemos confirmar que ele cumpre todos os requisitos necessários:

  • Que tenha um mínimo de qualidade, que a borracha não deixe lascas e que o pêlo, se for de tecido, não deite fiapos em excesso.
  • Que foi feito especificamente para o modelo do nosso carro, especialmente o do condutor, de modo a que se encaixe perfeitamente nos pedais.
  • Faça com que a parte de trás não escorregue.

Conselhos para comprar os seus tapetes

Na verdade, atendendo aos pontos acima, não podemos dizer quais são os tapetes perfeitos. A adequação ou não dependerá, em grande medida, de nós mesmos, do nosso veículo e da maneira como conduzimos. É por isso que há algumas considerações a ter antes de os comprar. Assim, teremos certeza que estamos a adquirir o produto deque realmente precisamos.

  • Frequência da utilização do carro: se não conduz muito, talvez não seja necessário investir num modelo de muita qualidade.
  • Passageiros habituais: Se costuma levar crianças ou animais, o melhor será ter uns tapetes de borracha, mais fáceis de limpar.
  • Clima do lugar de residência: Se vive numa região chuvosa, pode ser útil uma capa de pelo para secar melhor os sapatos.

Como colocar os tapetes

tapetes

Se já comprou os tapetes, não espere mais para os colocar. Não é difícil, mas ainda assim é aconselhável seguir alguns passos básicos para garantir que eles estão bem colocados.

  1. Se não temos certeza da posição correta de cada tapete, podemos tirar uma foto dos antigos antes de os remover.
  2. Uma vez removidos, é conveniente limpar completamente o chão do carro antes de colocar os novos. Se necessário, use um aspirador e limpe a área com água e sabão.
  3. Finalmente coloque os novos tapetes, certificando-se de que estão bem fixos. Se não ficar convencido pelo apoio que eles oferecem, podemos sempre recorrer a métodos caseiros como este que já vimos na Circula Seguro.

Como vemos, os tapetes do nosso veículo são um elemento básico, mas não desprovido de valor. Por tudo o que ele traz para a nossa segurança, vale a pena investir algum tempo e dinheiro para escolher os certos.

Imagens | iStock: gargantiopaGimbanjangAleksandr KondratovAleksandr KondratovJosforkitzcornerHopfphotography.

Fonte: CirculaSeguro.com

Uma iniciativa da: