Como utilizar o Android Auto enquanto conduz

android auto
A manipulação do telemóvel e de dispositivos semelhantes enquanto se conduz é um problema que cresceu ao longo dos últimos anos. Não são poucos os condutores que cometem diariamente esta infração grave. Aliás, este é um fator que aumenta o risco de acidentalidade.

Fabricantes de automóveis e empresas tecnológicas, conscientes desta problemática, em relação à segurança rodoviária, tratam de desenvolver soluções para diminuir os riscos e tentam transformar algumas funções do telefone em algo mais compatível com a condução. Esse é o caso da nova versão do sistema operativo Android Auto.

A tendência atual entre fabricantes do setor automotivo e dos gigantes tecnológicos é conseguir sistemas integrados a 100% no veículo. Isto para, com apenas um ecrã e interface, se poder gerir as funções básicas de um smartphone sem comprometer a segurança. É um desafio que está a dar muito trabalho à indústria, em grande parte pelos desacordos sobre o uso e a gestão de dados pessoais dos utilizadores/condutores (mas isso já é outra história).

O que é o Android Auto?

O Android Auto não é mais do que uma solução que aproxima os telemóveis a essa integração, que está cada vez mais perto. A sua utilização acontece de duas maneiras: no próprio telefone mediante uma app ou conetando-o diretamente no sistema de infoentretenimento do veículo, caso seja compatível com Android Auto.

Ambas as opções resultam numa solução similar: uma interface que limita as funções ao máximo, maximiza o tamanho dos ícones e botões e permite operar mediante comandos de voz. O próprio telemóvel também pode ler ao condutor as mensagens que chegam.

Conselhos para apurar ainda mais a segurança com o Android Auto:

O objetivo final do Android Auto é acabar com os maus hábitos que retiram a atenção permanente na condução. Em qualquer caso, a nova versão do sistema da Android para carros oferece mais segurança graças a algumas das vantagens que justificam a sua existência:
Chamadas mais simples. A funcionalidade principal do telefone passa para o Android Auto fazendo com que se ative o mãos livres de forma a receber uma chamada. Ao mesmo tempo fica refletido no ecrã o último contacto telefónico, de modo que com um único toque se pode voltar a fazer a chamada.
Personalize os seus contactos favoritos. A função de chamada permite aceder a um menu de números de telefone favoritos. Para telefonar para outros números, é preciso mexer nas teclas, algo que não deve fazer enquanto conduz.
Utilize a função de respostas automáticas. A opção Definições dentro do menu lateral da app contém a possibilidade de configurar respostas automáticas para serviços como o Whatsapp. Deste modo diminuem as distrações ao conduzir em caso de receber uma notificação e, ao mesmo tempo, a pessoa que a enviou recebe uma mensagem predefinida da nossa parte.
Desactive as notificações. Relacionado com o ponto anterior, o sistema mostra por defeito as notificações das mensagens recebidas. No entanto, é possível e aconselhável desativá-las enquanto conduz para evitar distrações.
Abra o Google Maps. O acesso ao Google Maps também está simplificado.
Saiba o preço do combustível. O Android Auto é compatível com o Waze. Isto permite ativar alguma das suas funções mais úteis, como a do preço dos combustíveis. Mas, claro, convém verificar e preparar esta função antes de se fazer ao caminho.
• Ecrã sempre ativo. O Android Auto mantém por defeito o ecrã ativo. Esta opção elimina o passo inicial de ter de o ligar. por defecto la pantalla activa. Esta opción ahorra el paso inicial de encendido.

Influência do novo infoentretenimento

android auto
O Android Auto também permite aceder de forma simples a todo o tipo de opções e aplicações de entretenimento sem telefone, como o Spotify, A evolução dos sistemas de infoentretenimento caminha nesse sentido na atualidade.
Agora, essa revolução no ócio que se vive dentro dos dispositivos eletrónicos tem de ser passada com cautela para o veículo. Os especialistas concordam que os ecrãs, cada vez maiores, dos veículos têm influência na forma de conduzir. É preciso repensar a forma como a tecnologia é utilizada no veículo.

Um uso responsável do Android Auto é aquele que nos permite aumentar a atenção durante a marcha e não uma utilização que a diminua. Por isso, quase tão recomendável (ou quem sabe mais) que o Android Auto é a ativação do Modo Carro que já existe em alguns smartphones.
Ainda que as vantagens que a nova versão do sistema operativo Android proporcionem sejam evidentes, isto não altera a recomendação de manter a atenção na condução em qualquer momento. As consequências de não o fazer podem quantificar-se. Dos segundos na autoestrada dedicados a outra coisa que não seja conduzir, equivalem a 660 metros a conduzir às cegas. Isto não quer dizer que temos de evitar entreter-nos enquanto conduzimos, mas sim que devemos fazê-lo da forma mais responsável possível.

Fonte: CirculaSeguro.com
Imagens | iStock/Vera_Petrunina