Novas tecnologias que facilitam a vida

 

Com as achegas que as novas tecnologias trouxeram ao setor automóvel nos últimos anos foi grande a evolução a que se assistiu. As novas tecnologias introduzidas trouxeram todo um mundo novo que os consumidores estão ávidos de explorar.

Afinal as marcas estão a usar os novos “gadget’s” para atrair os compradores para as suas marcas, usando-os para se diferenciar dos veículos mais antigos e ainda existentes em circulação. Um dos argumentos de venda mais ostentados é exibir quais as novas tecnologias que facilitam a vida do condutor e ocupantes. Descubra aqui algumas dessas novas tecnologias.

Novas tecnologias que facilitam a vida

Os consumidores ficam maravilhados com as novas funcionalidades que os modelos mais recentes oferecem. Comecemos pelo acesso sem chave, realmente é muito prático. Pois basta termos a chave connosco que o veículo se destranca automaticamente ao aproximarmo-nos. A ignição pode ser também automática, sem a necessidade de retirar a chave do bolso, bastando carregar um botão.

Outra caraterística que é muito apreciada, especialmente em países frios é o arranque remoto. Não há nada melhor do que ligar o motor do carro quando ainda estamos no calor da nossa casa ou local de trabalho. Assim, quando chegamos ao carro, este já está a trabalhar à uns minutos, o suficiente para que esteja 100% pronto para arrancar e que o gelo superficial já esteja a derreter.

Antes de iniciarmos a marcha podemos ligar o sistema de som, escolhendo músicas armazenadas no veículo, no smartphone ou diretamente da internet. Pois a tecnologia por detrás destes sistemas de entretenimento e informação é atualmente muito avançada. A quantidade de opções disponíveis é enorme. Assim como a qualidade de som e de imagem também evoluiu grandemente.

Mais um pormenor, antes de arrancar, interligue o seu smartphone ao carro, através do sistema de conectividade Bluetooth. Assim, seja para ligações telefónicas ou para ouvir música, ter o aparelho emparelhado no carro facilita a vida a bordo. Sem fios, sem necessidade de malabarismo, basta sincronizar o telefone com o automóvel e partir.

Novas tecnologias em marcha

A proliferação de transmissões automáticas trouxe a possibilidade de usar algo chamado de “Launch Control” (Controle de Lançamento). Mesmo que o seu uso real seja ocasional e em condições especiais é algo que alicia os novos compradores (e alguns mais velhos também). De forma simplista, basta pressionar um botão e o carro se prepara automaticamente para arranques perfeitos e repetíveis, adaptando o sistema de controlo de tração para o arranque mais rápido possível. Convém lembrar que não é confortável, não deve ser “abusado”, nem deve ser utilizado nos semáforos.

Depois de iniciar a marcha as novas tecnologias que facilitam a vida do condutor continuam presentes. Como referido atrás, muitos dos novos veículos possuem caixa de velocidades automática que aumenta o conforto do uso do carro. Mais, algumas destas transmissões são de dupla embraiagem. Este tipo de caixa permite uma mudança da velocidade a ser usada muito mais rápida. Este fator ajuda a tornar mais agradável o uso do veículo.

Quando viaja em autoestrada o uso do controlo de velocidade é muito apreciado pois permite descansar o pé direito. Agora o novo padrão é uma versão que junta radares e sensores para ser chamado de “adaptativo” ou inteligente. Estas versões ajustam o andamento do veículo ao veículo que o precede. Por isso quando o outro veículo trava o seu trava também, quando este recupera a velocidade de cruzeiro o seu também o faz.

As suspensões também estão inteligentes. Agora, com o recurso a câmeras, consegue ver a estrada onde cada pneu irá passar, ajustando a dureza dos amortecedores consoante o piso. Algumas usam um sistema magnético que altera a viscosidade do fluído do amortecedor. Outras usam válvulas que abrem mais ou menos consoante a necessidade. Passando ao controlo dinamico, a utilização de diferenciais eletrónicos de escorregamento limitado é uma grande ajuda.

Mais sistemas de ajuda à condução e à segurança

Algo que cada vez mais é comum de encontrar nos modelos vendidos é o sistema de monitoramento de ponto cego. O fato dos carros serem cada vez maiores cria maiores zonas de pontos cegos. Assim estes sistemas detetam e indicam a presença de veículos em pontos que doutra forma passariam despercebidos.

Os modelos mais recentes vêm quase todos com sistemas de aviso de mudança involuntária de faixa. Os mais evoluídos conseguem até ajustar o volante para que o veículo retorne à faixa original. Em conjunto com um aviso sonoro e luminoso ajudam, especialmente, nos casos de sonolência ao volante.

A utilização de vectorização do binário e dos travões é uma das novidades atuais. Evoluindo dos “simples” sistemas de controlo de estabilidade estes têm como “extra” a utilização do motor para aplicar numa das rodas um pouco de binário, ajustando a direção do carro no sentido pretendido pelo condutor.

Um dos sistemas de último recurso são os de avisos de colisão. Estes sistemas anticolisão podem avisá-lo se pensa que está prestes a embater em alguma coisa. Alguns sistemas possuem a capacidade de até aplicar os travões por si. Evitando, ou no mínimo minimizando, os efeitos duma colisão.

Ajudas aumentam o conforto e até estacionam

Quando as viagens são longas o conforto é essencial para não se tornarem em martírios. Bancos aquecidos e ventilados são a solução para aumentar a comodidade. Não há sensação melhor do que se sentar num assento ventilado num dia quente. O mesmo vale para sentir um banco aquecido num frio dia de inverno.

Continuando nos bancos, existem modelos que dispões de versões que efetuam massagens que ajudam a relaxar os músculos doridos. As massagens são “dadas” por pequenos motores espalhados por toda a estrutura do banco. Naturalmente são massagens personalizáveis. Assim como o aquecimento e a ventilação, depois de experimentá-lo, você o desejará em todos os carros que conduzir. Existem também volantes aquecidos que ajudam a que as mãos mantenham a capacidade de “funcionamento” quando conduz.

Quase todos os carros novos já vêm equipados com sistemas de ajuda à marcha atrás, sejam avisos sonoros ou câmeras de estacionamento. Estes componentes tornam o estacionamento e as manobras em espaços apertados mais fáceis e seguros para todos. Mas esses sistemas já são considerados banais, agora está na moda os “gadget’s” de estacionamento automáticos.

Os primeiros sistemas deste género permitiam simplesmente estacionar paralelamente ao passeio. Mas a tecnologia evoluiu. Hoje graças a uma multitude de sensores em redor de todo o carro é possível estacionar de outras formas. Assim o condutor apenas tem de seguir as indicações que surgem no tablier para selecionar a velocidade indicada pelo sistema. A manobra em si é efetuada autonomamente. Já estão disponíveis modelos que vão procurar onde estacionar sozinhos e depois regressam quando os chama. Quando será tudo 100% autónomo? Em breve!

Fotos | Giphy, Giphy