Bicicleta elétrica: cuidados a ter

velocípede

 A bicicleta elétrica ou a e-bike constitui um dos modos de transporte de duas rodas com maior projeção de crescimento em muitos países. E Portugal não é exceção. Esta nova forma de ciclismo motorizado promete acarretar múltiplos benefícios para quem a use nas suas deslocações urbanas e para as próprias cidades (e também novas experiências a quem explore a prática desportiva).

Ler mais…

O verão está a chegar, está preparado?

Apesar de tímido o verão está a chegar. Com ele, chega também (ou há de chegar) o aumento da temperatura, das longas filas para sair da cidade e um aumento dos turistas. Tanto de estrangeiros como o regresso de emigrantes em férias. Por isso, devido ao aumento de veículos e da falta de conhecimento da zona, aumenta o pára-arranca nos centros urbanos.

Garanta que o seu veículo está em condições de suportar o desgaste adicional que implica circular nestas condições. Se não o fizer pode estar em risco de ficar apeado. Saiba como pode prevenir falhas e garantir que o seu verão seja uma boa recordação. Ler mais…

Programa Movin´on 2018 da Michelin vai produzir pneus mais sustentáveis

A indústria automóvel viveu um marca inolvidável com a segunda edição do Movin´On, o evento mundial sobre mobilidade sustentável que a Michelin celebrou em Montreal (Canadá) entre os dias 30 de maio e 1 de junho. Tal como sucedeu no ano passado, a Michelin aproveitou o evento para mostrar o caminho para um futuro mais sustentável da mobilidade.
Ler mais…

O eterno problema das corridas ilegais. Como evitar?

competição

As chamadas corridas ilegais são um fenómeno que acontece em muitos locais do globo. A repercussão gerada por este tipo de comportamentos já famosos é grande, pois é uma prática que coloca em risco muitas vidas. Infelizmente não raro é o mês em que, no mundo, se saiba de notícias relacionadas com corridas ilegais.

Ler mais…

Carros autónomos entre avanços e recuos

 

O termo “carros autónomos” designa quaisquer veículos terrestres com capacidade de se deslocarem sem terem os controlos operados por um condutor humano. Funcionam incorporando um conjunto de tecnologias. Agregam sensores e sistemas de controlo para monitorizar o ambiente que rodeia o veículo e atuadores para manipular os controlos.

A programação do software determina quais as melhores opções e atua da forma que considera a mais segura e confiável. Mas o objetivo é superar o que poderia ser obtida por um condutor humano. Será que os avanços tecnológicos estão a caminhar no sentido da aceitação? Alguns percalços estão a tornar o caminho mais “agitado” que o previsto. Saiba mais aqui. Ler mais…