Para quando uma legislação simplex para exames de condução automóvel?

exames de condução automóvel: centros públicos com morte anunciada?

Não é novidade para ninguém que em Portugal é possível efetuar o exame de condução automóvel ( e quando me refiro a automóvel, refiro-me a qualquer categoria) e de motociclo em centros de exames públicos – IMT – e em centro de exames privados – existem diferentes instituições.

Se existem diferenças entre ambos, é uma questão que qualquer um pode colocar, mas normalmente fá-lo no sentido de facilitação na avaliação final; existe um regulamento de avaliação e partimos sempre desse principio.

Ler mais…

A formação no ensino da condução de moto e os perigos associados durante o exame

A formação no ensino da condução de moto e os perigos associados durante o exame

Quando alguém se dirige a uma escola de condução no sentido de retirar informações sobre o que necessita para se inscrever numa acção de formação para obtenção da categoria de moto, já sabe que sejam quais forem as exigências, se vai inscrever; seja nessa ou noutra escola de condução. O “bichinho” da moto fala mais alto que qualquer outra razão.

Qualquer amante de motos sabe que, mais cedo ou mais tarde, ainda que por vezes queira resistir à tentação de se inscrever, pelas mais diversas razões, acaba por se deixar levar e adquire essa categoria que lhe irá permitir ter argumentos para avançar para a compra do veículo e usufruir de sensações únicas.

Ler mais…

A travagem e as distâncias de segurança

distancia-segurança

Antes de começar a ler este artigo peço-lhe que responda a questão: Qual a distância de segurança ideal quando circula a 100 km/h? E a resposta não é, “uma que garanta a segurança.” O desrespeito por estas distâncias, é muitas vezes causador de acidentes, originando congestionamentos, mortes, feridos graves e outros acidentes, no mesmo ou no sentido contrário. Quem nunca esteve na via rápida, no meio do transito? Ler mais…

Saiba como melhor se preparar para o seu exame de condução

Saiba como melhor se preparar para o seu exame de condução

Um exame de condução é a fase final do processo de aprendizagem e formação de quem pretende adquirir um título que o habilite a conduzir um veículo, seja ele de que categoria for. É sempre o ponto alto de todo o processo e pensar-se na palavra exame, provoca, de modo geral, um formigueiro na barriga.

Mas afinal, será o exame de condução uma prova tão difícil e complicada como a tradição do passa a palavra quer fazer parecer, ou é apenas um momento em que alguém vai avaliar os nossos conhecimentos teóricos e práticos e avalizar a nossa capacidade para enfrentarmos o meio rodoviário, sozinhos?

Ler mais…

Sugestões para reduzir as dificuldades de conduzir à noite

14438493890_9ddd2637e5_k

“De noite todos os gatos são pardos”, este ditado popular, que sugere que de noite todas as coisas parecem ter a mesma cor, que dificilmente se reconhecem as pessoas, ou que na escuridão tudo se confunde por causa da parca luminosidade,  também aplica-se à circulação rodoviária noturna.

Se, ao conduzir um veículo na via pública durante o dia, mesmo com as condições ideais de visibilidade, é preciso toda a atenção. No período noturno, com a natural redução de visibilidade, todos os nossos sentidos deverão estar mais despertos, focados na condução, na análise das condições de circulação e demais utentes da via pública. Ler mais…

Quando a travagem não é compatível com a distância de segurança

Velocidade e distãncia de segurança

A travagem de um veículo, seja ele qual for, está sempre diretamente associada à velocidade a que esse mesmo veículo circula e à distância de segurança que vai mantendo em relação ao veículo que o procede.

Quando circulamos em conjunto com outros veículos, devemos ter em consideração diversos fatores, sendo um deles a distãncia que mantemos relativamente ao veículo que nos precede, mas também a capacidade que o nosso veículo dispõe, em caso de haver necessidade, de efetuar uma travagem, seja ela de maior ou menor intensidade.

Ler mais…

Bicicletas e automóveis – facilitar a coabitação

Bicicletas e automóveis - será possível a coabitação?

Bicicletas e automóveis, como é a sua coabitação na estrada? A resposta vamos dár-lha neste post. Tratam-se de veículos que têm cada vez mais de saber coabitar, uma vez que a utilização de veículos de duas rodas movidos a pedais se tornou uma moda e uma forma de estar na vida.

As bicicletas são veículos mais vulneráveis. Pode dizer-se que as pernas dos condutores (ciclistas) são os pára-choques em caso de conflito entre partes. Se algo correr mal no meio rodoviário, serão sempre os condutores das bicicletas que irão sofrer com as consequências físicas. E esta realidade deve estar sempre presente.
Ler mais…

Circular em rotundas não é difícil nem é fácil…é uma complicação!

Circular em rotunda, não é díficiel nem é fácil; é complicado!

Poderíamos perfeitamente escrever, neste artigo qual a forma correta de se circular numa rotunda. Descrevemo-la, simplesmente como está expressa na legislação, ainda que esteja repleta de incongruências. Mas na verdade não o que este post pretende.

Portugal é um país de modas e de modos; a determinada ocasião da vida deste país, chegou alguém a um dos muitos Governos que já administraram este retângulo à beira-mar plantado e resolveu implementar um modo de se desenvolver o tráfego numa interseção de trânsito difícil, criou ou importou o conceito da rotunda.

Ler mais…