Cuidados a ter com os pneus

pneus

Os pneus são o único ponto de contacto entre o seu veículo e a estrada, dedique-lhes um tempo verificando-os periodicamente. Dedique uma especial atenção antes de longas viagens ou após longos intervalos sem andar com o veículo.

Verifique a pressão dos pneus pelo menos uma vez por mês, um pneu pode ter uma pressão insuficiente sem o parecer, verifique-os também antes de uma longa viagem ou quando o veículo vá em plena carga, ou se vai circular em autoestrada ou via rápida, onde o veículo circula a alta velocidade por longos períodos.

Desgaste dos pneus

Um pneu gasto reduz a sua segurança e piora o comportamento do seu automóvel. Cuidando-os adequadamente, a MICHELIN diz que os pneus podem durar entre 40.000 e 80.000 quilómetros, dependendo de como conduza e das condições da estrada.

Ter a pressão correta é importante para a sua segurança e também para a duração dos pneus. Lembre-se que a pressão deve-se verificar apenas quando os pneus estão frios (quando se percorreu menos de quatro quilómetros). Se não sabe a pressão correta para os seus pneus, consulte o manual do veículo ou vá a um especialista.

É muito conveniente comprovar a profundidade dos pneus e o desgaste pelo menos uma vez por mês. Os pneus devem ser mudados quando a altura da escultura esteja no mínimo legal de 1,6 mm. Abaixo deste nível de profundidade de piso, estaria a conduzir com uma segurança deficiente e estaria a infringir a lei.

Alinhamento de direção

Se o paralelismo da direção não está correta, a duração dos seus pneus diminuirá bastante e, além disso, aumentará o consumo de combustível do seu veículo. Um bom momento para comprovar o paralelismo da direção e o estado dos amortecedores é aquando da revisão de manutenção do veículo.

Caso tenha embatido numa berma ou entrou num buraco com certa violência, o alinhamento das rodas poderá ficar afetado, provavelmente sem que se aperceba, contribuindo para o desgaste prematuro dos pneus e consequentemente dos seus custos com a manutenção do seu carro.

Outros cuidados a ter com os pneus

Os amortecedores do seu veículo, são um elemento primordial para o bom funcionamento do pneu, quando não estão em bom estado, a aderência do pneu ao solo fica afetada, não garantindo o contato entre o pneu e o piso, provocando um desgaste rápido e anormal nos seus pneus.

É aconselhável realizar a equilibragem dos pneus cada vez que se montam e desmontam do veículo. O paralelismo refere-se ao ajuste dos ângulos das rodas, enquanto a equilibragem permite que os pneus rodem sem vibrar. A equilibragem evita o desgaste prematuro do pneu e protege a suspensão, a direcção e a transmissão do veículo, melhorando de maneira significativa o conforto dos passageiros.

Uma forma de aumentar a vida útil dos pneus é permutando-os periodicamente. A permuta consiste em trocar os pneus entre os eixos dianteiro e traseiro e de um lado ao outro, direito e esquerdo. A permuta é recomendada pela MICHELIN a cada 10.000 a 15.000 quilómetros. Os pneus, ao mudar de posição, desgastam-se menos, e isso permitirá poupar dinheiro.

Por motivos de segurança, é fundamental trocar as válvulas cada vez que se mudam os pneus. A válvula é muito importante para que o pneu conserve a hermeticidade. Suporta uma grande pressão e gradualmente irá gastando-se pelas forças que se geram com o rodar da roda. Estas forças são muito importantes. A 100 km./h. a válvula suporta uma força de tração de 1,7 Kg. Pelo preço de uma válvula nova pode evitar pôr em perigo a sua segurança.

A sua segurança depende se si, o cuidado que põe na manutenção do seu carro irá se refletir na segurança que este irá proporcionar nas suas viagens.