Conduzir com chinelos: proibido ou apenas perigoso?

conduzir com chinelos

Chegado o tempo de praia há sempre a dúvida de saber se é legal conduzir com os chinelos calçados. A PSP esclareceu a dúvida e nós dizemos-lhe.

É tempo de praia e de andar com roupa mais descontraída. Mas será que a forma descontraída de viver estes dias mais compridos se estende ao tipo de calçado que se usa para conduzir? Se alguém conduzir de chinelos ou até descalço é multado?
Como a dúvida é frequente, a PSP decidiu elucidar os condutores e o Circula Seguro aproveita a boleia para partilhar esse conteúdo.
Refere a PSP que “o Código da Estrada não determina que tipo de vestuário e de calçado pode ser usado durante a condução”.

Evitar é bom conselho

Contudo, prossegue a PSP a sua explicação, “os condutores devem abster-se da prática de atos suscetíveis de prejudicar o exercício da condução com segurança”, pelo que será conveniente fazer escolhas com “bom senso”.
“Evite situações que coloquem em causa a sua capacidade de conduzir”, aponta esta força policial, o que significa que, em nome da segurança rodoviária, os automobilistas e motociclistas devem ter bem presente no seu espírito que um chinelo danificado ou mal calçado pode atrapalhar uma manobra ao volante, por mais pequena que seja a velocidade a que está a efetuá-la.
O aviso da PSP (que é também o nosso, aqui no Circula Seguro) é: “Seja cauteloso, não corra riscos desnecessários, por si e pelos outros”.
Aliás, é curioso ver que na página de Facebook da PSP alguns cidadãos partilham a sua própria experiência de como, guiar com chinelo, pode não ser a melhor solução.
“Já tenho a experiência que não se deve conduzir de chinelos.
Um dia estava a sair da praia e os pés vinham molhados, já
estava a conduzir no para arranca, o pé deslizou do chinelo
e fiz uma torção, Nunca mais usei chinelo para conduzir…
e já lá vão 22 anos. Condução segura 🙂 por mim e para os outros”
– Ana A C Santos
“Eu conduzia de chinelos, até um dia. Ia passar do acelerador para
o travão e a parte da frente (estilo havaiana) ficou presa no pedal.
Consegui fazer a curva a travar com a ponta do pé bem esticada
enquanto o chinelo fazia com o acelerador estivesse quase a fundo.
Nunca mais”
–  Hugo Fernandes
conduzir com chinelos