Peões que transgridem devem ser sancionados

Peões que transgridem devem ser sancionados

Peões atropelados é uma realidade do sistema de circulação rodoviário português, infelizmente. Mas se muitos desses peões atropelados são vitimas de condutores que transgridem, falta de espaços para circularem em condições ou inexistente espaços destinados à travessia da faixa-de-rodagem, muitos são os casos em que tal se deve à falta de educação rodoviária desses mesmos peões.

Já aqui abordamos a questão da educação rodoviária a peões, principalmente enquanto crianças, como principio do caminho de um respeito e aumento de segurança num futuro rodoviário.

Peões transgressores, quem os fiscaliza?

Existe em Portugal, certamente noutros países também, mas o nosso é que nos interessa, um desrespeito por parte dos peões, não todos, certamente, com a sinalização vertical luminosa que regula a autorização ou não de atravessarem a faixa-de-rodagem, assim como com as marcas rodoviárias que determinam esse espaço.

Esse desrespeito existe e está de tal forma interiorizado na forma de ser da cultura nacional, que, nem mesmo percebendo que existe um temporizador que indica o tempo de espera, para que não haja acumulação de impaciência, esses peões respeitam a sinalização.

Mas para grandes males existem grandes remédios e a legislação nacional já prevê que sejam sancionados com coima os peões que desrespeitam as normas a eles direccionadas. Mas o grande problema é que, também em Portugal, quem deve fiscalizar deve ser o primeiro a dar o exemplo e a realidade é exactamente contrária. Quem deve fiscalizar não respeita as normas e não dá o exemplo.

Ora, se assim acontece, como podem os cidadãos, que pelo exemplo devem formar os seus educandos, se nos homens da lei não se reveem? Como podem os senhores que fiscalizam abordar com urbanidade os infractores, se eles não se dão ao respeito, exemplificando? Quem souber, que responda.