Boleias em veículos de condução autónoma

Lyft, Uber, condução autónoma

A Lyft, concorrente da Uber nos EUA, mostrou no mediático CES de Las Vegas o seu projeto de transporte de passageiros em veículos de aluguer autónomos.

Já aqui tínhamos falado num novo serviço criado pela Uber a partir de uma nova forma de mobilidade. Agora abordamos um outro desenvolvimento, desta feita por uma concorrente da Uber – a Lyft – no setor dos transportes, o que confirma a ideia de que a evolução tecnológica marca e marcará cada vez mais o modo como encaramos a mobilidade nas nossas cidades.

Aproveitando o grande palco que é o CES (Consumer Electronics Show), uma gigantesca feira de eletrónica realizada em Las Vegas, EUA, a Lyft deu a conhecer o seu primeiro serviço de transporte de passageiros num automóvel de condução autónomo.

Lyft, Uber, condução autónoma

Para concretizar este desenvolvimento, a Lyft aliou-se à tecnológica britânica Aptiv, prevendo instalar um polo em Palo Alto, na Califórnia, bem como a contratação de inúmeros engenheiros que irão trabalhar com empresas especializadas em tecnologias de veículos autónomos.

Com este empenho, a Lyft pretende tornar-se mais competitiva no mercado de transportes citadinos e com uma filosofia de acompanhar os tempos modernos, mostrando confiança no facto deste ser um serviço indissociável da segurança rodoviária.

Lyft, Uber, condução autónoma

Nesse capítulo, por uma questão de segurança, os veículos que entrarão ao serviço deste projeto, designado de “Aptiv-Lyft Automated Experience”, terão uma pessoa por trás do volante para que possa intervir nalguma situação de emergência.

Após a etapa de testes que decorrerá durante o corrente ano, esta tecnologia de transporte autónomo de passageiros poderá ser lançada em 2019.

Lyft, Uber, condução autónoma

Aliás, a experiência em condução autónoma Aptiv-Lyft CES 2018 baseia-se já em viagens anteriores da Aptiv na CES, incluindo os cerca de 10 km percorridos nas ruas e estradas da cidade em 2017.

Nessa ocasião, os automóveis autónomos da Aptiv completaram desafios diários de mudança de direção, como interseções, cruzamentos, manobras com peões e ciclistas e permanecer na sua via ao atravessar um túnel.

Lyft, Uber, condução autónoma

Num primeiro momento, este transporte de passageiros em veículos autónomos far-se-á num trajeto predefinido.

O CEO da tecnológica Aptiv, Kevin Clark. Refere que esta “parceria significa uma aplicação, à medida e em situações do dia-a-dia, da tecnologia de condução autónoma, como forma de solucionar os desafios relacionados com segurança rodoviária, emissões e congestionamento de tráfego”.

As primeiras demonstrações decorreram no palco do CES, com oito exemplares do BMW Série 5 autónomos a levar os curiosos do estacionamento destinado aos participantes até a porta do centro de convenções de Las Vegas, entre outros locais, num total de vinte destinos.

Kevin Clark afirmou que esta “é uma demonstração emocionante do futuro da mobilidade”.

Fotos: theverge.com, blog.lyft.com, cnet.com, sg.intrendings.com, bmwblog.com