Como evitar que lhe roubem uma bicicleta

bicicleta

De todos os meios de transporte, as bicicletas são as mais vulneráveis à «subtração» pelos amigos do alheio. O roubo de bicicletas aumenta ao mesmo ritmo com que se populariza o ciclismo, especialmente o de tipo urbano. Mas há muito que pode fazer para evitar o roubo.

As alterações no paradigma dos transportes, com a integração de meios alternativos como a bicicleta está a modificar o panorama da mobilidade. Estas pedem um espaço urbano próprio junto a outros veículos, em forma de ciclovias e, também zonas de estacionamento específicas.

Esses estacionamentos podem ser um fator imprescindível para acabar com o roubo de bicicletas. Ainda que existam inúmeras maneiras de estacionar uma bicicleta em função do mobiliário urbano, nem todos os métodos são igualmente seguros.

Roubo de bicicletas

Tal como referimos, o aumento do uso da bicicleta corresponde também a um aumento nos números de furtos, sobretudo nas grandes cidades. Em Barcelona, por exemplo, houve um aumento de 25%, com mais de 1400 unidades num ano.

Do mesmo modo, também há uma tendência, cada vez mais patente, de encontrar ladrões mais «profissionais». Uma deliquência que não afecta apenas o usuário individual, como também aos serviços de bicicletas partilhadas. A rede de bicicletas públicas de Madrid, a BiciMAD, luta a cada ano para tratar de reduzir o vandalismo que é demasiado frequente.

Evitar que lhe roubem a bicicleta na rua

bicicleta

Ainda que seja de todo impossível garantir a segurança da bicicleta a 100% na rua, existem várias formas para tentar impedir a ação de um possível ladrão. O primeiro tem a ver como já mencionado, onde deixamos a bicicleta.

Há que ter em conta que devemos respeitar as normas locais que existem em algumas cidades que indicam o modo mais conveniente de estacionar sem colocar em causa a circulação do resto dos veículos. Encontrado o lugar adequado, o passo seguinte consiste em escolher um bom cadeado.

É preferível investir um pouco mais numa proteção de maior qualidade e equilibrando a escolha com um que não seja tão robusto que passe a implicar um peso extra que se torna um inconveniente.

Há soluções, de empresas especializadas, que conciliam as duas coisas, mas têm preços mais elevados. Outra possibilidade é prender a bicicleta com um cadeado de quadro, não esquecendo que se a deixa na rua, deve assegurar também outros componentes como o selim ou as rodas

Roubo em garagens, terraços e carros

bicicleta

Infelizmente, as garagens ou os terraços também não estão a salvo dos furtos. Dependendo do tipo de bicicleta e do local, é preciso ser mais ou menos precavido. Por exemplo, no caso de um terraço ou de uma garagem comum, pode optar por um sistema de fixação reforçada para uma bicicleta de um preço superior. Se estivermos a falar de uma box individual é melhor prestar atenção ao tipo de fechadura que tem na porta de acesso.

Outro lugar vulnerável são os carros ou furgões utilizados para transportar as bicicletas. Nestes casos é importante não se esquecer de leva uma bicicleta, de maior ou menor valor. Neste caso, transportá-la na mala é aconselhável, pois dissimula o seu transporte.

Não ajude delinquentes

bicicleta

O roubo de bicicletas tem como objetivo, na grande maioria dos casos, tirar partido económico da sua venda. Por isso é mais do que importante saber qual a origem da bicicleta, se a estiver a adquirir em segunda mão.

Se estiver consciente de que se trata de uma bicicleta roubada, a compra é obviamente desaconselhada e é algo que debe ter em conta quando procura este tipo de veículos através de aplicações especializadas em compra em venda de artigos.

Imagens | Wikimedia (CC), iStock/tommaso79, iStock/EsbenAF e iStock/DGLimages