Fiat Panda Cross surpreende pela negativa

fiat Panda Cross

Nos dias de hoje os testes de colisão que se fazem aos carros são muito importantes, não só para as marcas como também para os consumidores, estes também procuram saber se o carro que vão comprar tem 3, 4 ou 5 estrelas, claro que o preço dos carros é sempre o facto que mais influencia, mas cada vez mais a segurança é um factor que surge em primeiro lugar.

Ora um teste recente ao Fiat Panda Cross, foi particularmente surpreendente, mas não pela positiva. O pequeno citadino com aspeto de todo o terreno e com tração às 4 rodas em part-time, teve apenas três estrelas no teste de colisão. Penso ser algo preocupante nos dias de hoje, daí resolver trazer este assunto a discussão aqui no Circula Seguro.

Teste de colisão Fiat Panda Cross

Percebo que para que os carros tenham preços competitivos tenham de emagrecer em alguns aspetos, mas o que não percebo é porque as marcas escolhem o equipamento passivo de segurança como prioridade para retirar. Desde o início deste ano as regras mudaram um pouco nos testes de colisão, e estes sistemas passivos de segurança passaram a ter uma grande importância, daí acreditar que a nível estrutural o carro mantém-se seguro, contudo, vivemos tempos modernos e os veículos e marcas têm de se adaptar, hoje em dia ter uma estrutura segura já não chega, é necessária toda uma panóplia de equipamentos que assegurem a segurança dos ocupantes.

fiat-panda-cross-crash-test-euro-n-cap__6

No índice de avaliação para os sistemas passivos e ativos de segurança o Fiat teve apenas 46%, estamos a falar de um valor incrivelmente baixo para um automóvel de 2015. Acho que a segurança nunca deve ser posta de lado, seja em que vertente for, ao nível da estrutura do carro ou a nível dos equipamentos.

E você o que acha, estes sistemas de segurança são necessários? compraria um carro como este com três estrelas?