Crie um plano de manutenção para o seu veículo

A existencia dum plano de manutenção facilita a revisão do seu veículo

Com a aquisição dum veículo deve vir a responsabilidade de mantê-lo em condições de funcionamento ideais. Quando mais não seja pela questão da segurança, ou melhor, pela falta de segurança ao não o fazer.

Crie um plano de manutenção para o seu veículo, assim será mais fácil gerir as intervenções que necessita de efetuar. Estas geralmente são necessárias após um determinado tempo ou distancia percorrida. Saiba aqui como pode criar um plano de manutenção.

Os programas de manutenção de cada veículo podem variar dentro do mesmo segmento de automóvel. Mesmo os diferentes modelos de veículos duma marca podem ter diferentes planos de intervenções.

Além das recomendações dos fabricantes a manutenção preventiva pode e deve ser ajustada ao uso e ao histórico de reparações no veículo. As alterações podem ficar-se a dever à forma de utilizar a viatura e até às características do local onde a viatura é usada.

Por exemplo, se na zona onde o veículo é normalmente utilizado existirem muitas subidas e descidas. O desgaste de travões e embraiagem será obrigatoriamente superior ao previsto pelo fabricante do automóvel. Todos os componentes associados podem sofrer também com o esforço adicional.

Porque é importante um plano de manutenção?

Para garantir a que o fabricante dum veículo cumpre a garantia o proprietário deve realizar a manutenção do mesmo. A execução de um Plano de Manutenção de Fábrica num veículo dentro do período de garantia, segue todos os procedimentos previstos pelo fabricante.

Esta deve ser executada com equipamentos adequados e específicos para cada operação, sendo trocados os componentes indicados pela marca. Ao realizar a manutenção o mecânico irá verificar a quilometragem do veículo e o tempo decorrido desde a última manutenção.

A manutenção dentro da garantia deverá ser realizada apenas por empresas que garantam o cumprimento integral dos requisitos do fabricante. Mais, a manutenção deve também cumprir a Regulamentação Europeia para salvaguarda dos direitos do consumidor e assegurar que o destino dado aos resíduos e componentes retirados é o adequado.

O não cumprimento do indicado pelo construtor do veículo pode levar à anulação do suporte da marca. Pois caso exista alguma não conformidade pode ser invalidada a garantia do veículo. A maneira mais fácil de se assegurar que a manutenção cumpre os requisitos é realizá-la num concessionário oficial.

Mas esta atividade não é exclusiva destas representações. Existem também outras oficinas reconhecidas, tratam-se dos reparadores certificados. O Regulamento Europeu nº 461/2010, de 27/05, permite que o consumidor escolha a oficina onde efetua a manutenção preconizada pelo fabricante. Geralmente dispõem de informação, através de placards informativos e corporativos, onde fazem menção ao facto de estarem certificados de acordo com o referencial específico para o sector EBI461 MV-BER.

Para as oficinas a certificação exige auditorias, implementação de um sistema de gestão, software específico, formação e realização de exame para certificação dos mecânicos e dispor de acesso direto à informação do fabricante, à semelhança de um concessionário.

Qual a diferença entre os dois tipos de manutenção?

Uma revisão de acordo com o Plano de Manutenção de Fábrica segue precisamente as orientações do fabricante para aquele modelo em concreto. Isso implica um conjunto de verificações e conferências específicas adicionais previstas no plano de manutenção que não são realizados numa revisão convencional

Esta manutenção recomendada pelo fabricante, também é conhecida como Revisão Oficial. E, tal como já indicado acima, só pode ser realizada por profissionais qualificados, com ferramenta específica e com acesso à informação do fabricante, senão não serão reconhecidas como tal.

Enquanto que uma revisão convencional compreende um conjunto de processos comuns a todos os carros de todas as marcas e modelos. As ações são baseadas na experiência, opinião e sensibilidade de cada mecânico. E ainda na constatação da degradação de determinados componentes e não no saber da fadiga de material a que esta foi sujeita.

Crie um plano de manutenção

Com os planos de manutenção consegue garantir o bom estado do seu veículo, podendo assim se sentir em segurança. Dessa forma consegue ter o seu carro como no primeiro dia, ou quase.

De forma a conseguir planificar melhor junto pode ver quais os componentes que devem ser trocados e a frequência. Naturalmente que deve seguir a recomendada pelo fabricante do seu veículo, este é meramente um exemplo.

Caso ache muito complicado gerir toda a informação, pode ser ajudado por uma app para o efeito. Existe atualmente uma grande diversidade de aplicações que depois de configuradas não exigem grandes “perdas de tempo” a introduzir informações. Com a vantagem de irem lembrando do que deve fazer.

Mais vantagens de ter a manutenção em dia

Uma manutenção de qualidade aumenta o valor do seu veículo, pois é algo que os potenciais compradores valorizam. Portanto, quando chegar a altura de vender o veículo o seu cuidado e registo das manutenções podem valer algum dinheiro extra.

Além das vantagens já mencionadas, o cumprir da manutenção permite:
Reduzir o envelhecimento e deterioração dos equipamentos;
Melhorar o estado técnico operacional do veículo;
Atuar antes das intervenções corretivas que provocam danos colaterais de alto custo;
• Reduzir os riscos de avaria e impossibilidade de uso dos veículos;
Programar as intervenções e ter uma estimativa para o seu custo.

Fonte | Revisao oficial
Foto | Keesler Air Force Base