Artigos na etiqueta crianças

Cuidado com as crianças

11set

A odisseia do novo ano escolar inicia-se a partir de amanhã, dia 12 de setembro, a data é igual para todos os alunos. Sejam crianças do pré-escolar ou adolescentes do ensino secundário. Portanto, a quantidade de crianças, jovens e adolescentes nas estradas e a bordo dos veículos aumentará… e muito.

Por isso prepare-se para o impacto que esse aumento irá provocar na sua rotina diária. Tenha especial atenção aos mais novos pois a atenção é mais dispersa e menos consciente dos perigos que correm ao circular na via pública. Os mais jovens também provocam distrações, desviando a atenção do condutor para si. Saiba que cuidados deverá ter com as crianças. Ler mais…

As crianças e a segurança rodoviária

Mais do que as palavras, são os atos que contam, portanto a educação rodoviária deve começar o mais cedo possível. Ensine as normas básicas de segurança rodoviária ao seu filho. Para  ele, os pais constituem referências que procura copiar mas incuta-lhe comportamentos defensivos para que esteja apto a desenvolver defesas na via pública.

Ler mais…

Como melhorar a segurança das crianças

21538819248_f301e95fb3_k

A Organização Mundial de Saúde (OMS) definiu dez estratégias para ajudar a manter as crianças seguras na estrada e leva-las de volta à sua família no fim de cada viagem, após percorrer uma qualquer estrada por esse mundo fora…

Mas para isso cada país deve fazer a sua parte, cada família deve fazer a sua parte e cada individuo deve fazer a sua parte, uma sociedade que oferece uma “boa dose” de segurança rodoviária é uma sociedade que percebe que tem de ser abrangente e apesar  de envolver muitas variáveis e riscos, sem o empenho de todos não vamos a lado nenhum. Ler mais…

A cada quatro minutos uma criança perde a vida num acidente

child

A cada quatro minutos a vida de uma criança é prematuramente perdida numa estrada por esse mundo fora, muitas mais ficam feridas, muitas vezes severamente e com problemas crónicos de saúde. Estes eventos traumáticos causam sofrimento e uma dor imensurável, mas não somente à criança, por vezes trazem, ou aumentam, as dificuldades económicas para as famílias e até para os amigos mais próximos.

Mais, estas perdas humanas custam às sociedades recursos preciosos, desviando os meios sempre escassos para a saúde, não sendo mais usados ao nível da prevenção mas para tratamento de traumatismos e suporte avançado de vida, muitas vezes infrutíferos.
Ler mais…