Jantes anti-buracos. A Michelin já encontrou a solução…

Michelin

A Michelin, em colaboração com a Maxion Wheels, desenvolveu uma inovadora jante deformável e elástica, capaz de resistir aos impactos dos buracos.

Os buracos são o inimigo dos pneus e das jantes. Dificilmente haverá um condutor que nunca tenha colocado o rodado do seu veículo num qualquer buraco. Muitos condutores ficam, inclusivamente, lesados em prejuízos avultados nos seus carros, resultantes de terem passado em buracos.

Michelin

Jantes, pneus, direção, suspensões… estes sã apenas alguns dos componentes afetados pelos buracos das estradas.

A pensar neste tipo de situação, a Michelin preparou, em conjunto com a Maxion Wheels, umas jantes anti-toque. Essas jantes baseiam-se numa tecnologia apelidada de Acorus.

Michelin
Consiste num composto flexível, de borracha, colocado nas jantes que acrescenta, em virtude disso, alguma elasticidade ao aro metálico ou e alumínio da jante. Desta forma, obtêm-se jantes anti-toques, capazes de resistir a alguns buracos na estrada ou aos efeitos da trepidação dos paralelepípedos das calçadas.

A ideia foi criar um tipo de jante que resiste aos impactos, absorva a energia de um buraco em vez de quebrar.

Michelin

Esta jante quando sofre um impacto de uma irregularidade no pavimento tem a propriedade plástica de retomar a sua forma inicial.

Ao não sofrer danos, a jante prolonga o seu tempo de vida, o que é outro benefício desta inovadora tecnologia.

Michelin

Esta espécie de reinvenção da roda é especialmente útil quando estamos perante pneus de baixo perfil, algo que é comum nas opções de configuração de alguns modelos com jantes de 19 ou mais polegadas.

Fotos: Michelin, Maxion Wheels, Top Speed