Auto-estrada, por onde circular?

Circulação em Auto-estrada

Já aqui abordamos num post anterior a temática auto-estrada, nomeadamente “Auto-estrada, uma entrada ou uma saída?” e “Destroços nas auto-estradas“. Nestes posts verificaram-se que existem dificuldades, para alguns condutores, de perceber se se trata de uma entrada ou saída, levando este erro a que algumas sejam as vezes em que nos deparamos com condutores a circularem em sentido oposto ao estabelecido.

No que diz respeito à questão dos destroços nas auto-estradas, foi abordada a questão do surgimento destas vias na rede rodoviária portuguesa, assim como a responsabilidade das entidades concessionárias e  seus direitos, assim como as dos utilizadores.

Circulação em auto-estrada

Acontece que uma auto-estrada é muito mais do que isso e requer de comportamentos adequados por parte dos seus utilizadores, não apenas aqueles comportamentos que se encontram determinados em legislação regulamentada, mas também aqueles comportamentos que visem incrementar mais e maior segurança a todos os que dela, auto-estrada, fazem via de circulação habitual ou ocasional.

Uma das questões que se coloca é, definitivamente, a posição de circulação numa auto-estrada, ou seja, por que via de trânsito se deve ou pode circular. É que existe uma enorme diferença entre o poder e o dever circular numa ou noutra via de trânsito. Esta diferença encontra-se de acordo com a existência de sinalização de seleção de vias.

Ou seja, quando utilizamos uma auto-estrada para circularmos, devemos ter o cuidado de nos mantermos a transitar na via de trânsito da direita, libertando as vias mais à esquerda para quem deseja ultrapassar. Ainda que sejam possíveis mais de duas vias de circulação, a posição que devemos adquirir deverá ser sempre, a via de trânsito junto ao lado direito.

Os perigos da deficiente utilização

Muitas vezes, mais do que as desejáveis ou espectáveis, são aquelas em que os condutores utilizam as vias mais centrais, tendo a da direita livre. Utilizam-nas, não para ultrapassarem uma vez que circulam sem veículos diante de si, mas porque lhes parece que é ali que devem circular. Esta posição está errada, uma vez que, para além de ser considerada uma contra-ordenação muito grave com todas as consequências que acarreta, aquele condutor está a condicionar a fluidez do restante trânsito.

O grande perigo passa pelo momento em que na retaguarda surgem outros condutores que desejam andar mais rápido. Coloca-se então a questão; «Circulando eu na via da direita, a uma velocidade superior à do condutor que vai a circular na via da esquerda, posso passar pela direita?» A resposta é sim, no entanto com algumas explicações pertinentes.

Circulação em auto-estrada

A passagem pela direita

Todos sabemos que numa auto-estrada está proibida a ultrapassagem pela direita. Todos sabemos que essa manobra ao ser realizada naquela via constitui uma contra-ordenação muito grave. Mas se não sabemos ficamos a saber que, na hipótese de ao circular numa auto-estrada encontrar um condutor a utilizar a via da esquerda abusivamente, desde que o leitor venha a circular na via da direita e aí se mantenha, poderá passar pelo lado direito.

Tal acção não é sancionada, uma vez que o leitor está bem posicionado na via, circulando a uma velocidade superior à do infractor. Não poderá o leitor sair da via da esquerda para a via da direita e voltar novamente à via da esquerda após passar o condutor em infracção.

Se o fizer, assim sim, também estará em infracção. Atenção no entanto que, quando transitar na via da direita e a velocidade superior ao infractor, tome o máximo cuidado, uma vez que a qualquer momento ele poderá optar por regressar à via da direita e desta forma condicionar a segurança de quem lá transita.

Utilizar uma via mais esquerda

Então quando poderemos nós utilizar uma via que não a mais à direita, sem que com isso possamos estar em infracção? Tal poderá acontecer quando na auto-estrada surgir um sinal de selecção de vias que dá oportunidade de o condutor optar pela via de trânsito que melhor lhe sirva, tendo em atenção o seu destino de interesse.

Entre as muitas auto-estradas que Portugal tem ao dispor dos condutores, uma que faço com regularidade é a A14 que liga Coimbra à Figueira da Foz, e no troço entre Montemor-o-Velho e Figueira da Foz muitas são as vezes em que me deparo com condutores a utilizarem abusivamente a via da esquerda, tendo a via da direita livre. Já sucedeu uma situação em que um condutor teve um furo no seu automóvel enquanto circulava na via da esquerda e aí ficou a proceder à troca da respetiva roda.

Fotos: Manuel Sousa

  • Licínio Fonseca

    “A passagem pela direita

    Todos sabemos que numa auto-estrada está proibida a ultrapassagem pela direita. Todos sabemos que essa manobra ao ser realizada naquela via constitui uma contra-ordenação muito grave. Mas se não sabemos ficamos a saber que, na hipótese de ao circular numa auto-estrada encontrar um condutor a utilizar a via da esquerda abusivamente, desde que o leitor venha a circular na via da direita e aí se mantenha, poderá passar pelo lado direito.”
    Errado. Em autoestradas não existem ultrapassagens mas apenas passagens, pela direita ou esquerda. Quem muda de direção/via de trânsito deve tomar as devidas precauções.