Por que devemos voltar ao velho (e bom) hábito de planear as viagens de carro

Miguel Alves

29 August, 2020

Conduzir e fazer viagens tornou-se uma atividade mecânica que repetimos quase como um automatismo. Isso geralmente leva-nos a ignorar certos aspetos, como decidir a rota ou verificar o nível de combustível. Mas quando fazemos uma viagem e saímos da nossa rotina diária, esse excesso de confiança pode tornar-se um problema.

No passado, quando os nossos pais e avós iam de férias, preparar as viagens com todos os detalhes e com antecedência era uma prioridade.

Hoje, com tantas facilidades que temos (telemóveis, navegadores GPS e assistentes de condução) negligenciamos os preparativos das viagens porque acreditamos que podemos resolver qualquer problema instantaneamente.

A Fundação Mapfre resume os principais aspetos que devemos preparar para as nossas viagens para evitar problemas no caminho.

Automóvel em condições

Antes de viajar devemos garantir que o automóvel esteja em condições, pelo que, se necessário, devemos levar o veículo à revisão; embora seja uma questão óbvia muitas pessoas ignoram-na. Não se trata apenas de verificar se não há risco de avaria, mas de uma manutenção que coloque o automóvel nas melhores condições para uma viagem longa.

No Circula Seguro já afirmamos noutras ocasiões que o risco de avaria do carro se deve mais à falta de manutenção do que à idade do carro ou à sua quilometragem. Alguns elementos, como filtros ou líquidos, costumam receber muita atenção, mas há outros que tendemos a deixar bastante negligenciados, como é o caso de:

  • Bomba de água do motor
  • Correia de distribuição
  • Amortecedores
  • Sistema de travagem
  • Airbags

Descanse bem nos dias anteriores

viagens

Outro assunto tão elementar que parece quase tonto abordar é o descanso antes das viagens. Porém, é um assunto com o qual tendemos a facilitar, principalmente se viajarmos acompanhados (“se tiver sono, a conversa impedirá que durma” é uma tirada comum).

Para poder realizar a viagem com mais descanso, é aconselhável seguir algumas orientações com alguns dias de antecedência:

  • Se tencionar sair cedo e fora de um horário que lhe é habitual, procure levantar-se 4 ou 5 dias antes no mesmo horário a que iniciará a viagem.
  • Pelo menos dois dias antes de seguir viagem deverá dormir as regulamentares 8 horas.
  • Tanto quanto lhe for possível (e sim, este aspeto é dos mais difíceis de aplicar) deverá evitar episódios de stress e um fadiga adicional por causa do trabalho na véspera da viagem.

Utilizar o telefone: não

viagens

Há estatísticas que referem que três em cada dez acidentes graves ou fatais são causados ​​por distrações. E, dessas distrações, o telemóvel é o rei.

Não estamos a falar apenas em ler uma mensagem ou em procurar uma música, algo que obviamente é extremamente perigoso (e proibido, claro, quando feito ao volante). Também fazer chamadas em alta-voz, embora legal, não é recomendado porque também envolve uma significativa dose de concentração.

Do ponto de vista da segurança e para reduzir as distrações, o ideal seria desligar o telefone ou colocá-lo em modo voo durante as viagens.

Caso opte por manter o telefone ligado, podemos tomar alguns cuidados:

  • Informar os seus entes queridos e colegas de trabalho que irá viajar, para que não tentem telefonar-lhe durante a viagem.
  • Ativar o atendimento automático para que se alguém lhe ligar e não atender, essa pessoa não continue a insistir.
  • Desligue as notificações de Apps ou, pelo menos, desligue o som.

Planeia a rota e configure o GPS com antecedência

viagens

Quer sejam dispositivos externos, integradas no veículo ou instaladas no smartphone, a verdade é que quase todos nós utilizamos navegadores GPS nas nossas viagens, mesmo sabendo o percurso que vamos fazer.

As potencialidades que um navegador GPS oferece e sua facilidade de uso levam a que nos esqueçamos da preparação do itinerário. Mas a verdade é que, no final das contas, quase sempre acabamos a manusear o dispositivo GPS (e se ele for uma App estamos a mexer no telemóvel) enquanto conduzimos.

Por isso é mais do que recomendado que, pelo menos, na véspera da viagem, configure o seu GPS com alguns pontos de interesse:

  • O local de destino.
  • Possíveis postos de combustível para reabastecer.
  • Os lugares onde vamos parar para comer e descansar.

Prepare as coisas que devemos levar no carro

Outro aspecto fundamental da planificação de uma viagem é certificar-se de que leva tudo o que necessita. Isso começa por contemplar tudo aquilo que são documentos legais ou itens essenciais, como a documentação, a roda sobresselente, o triângulo e o kit de primeiros socorros.

Este exercício de planear também ajudará a evitar distrações, pois quando levamos óculos de sol, devemos também pensar onde colocá-los para que possa aceder a eles de modo mais fácil. Se pensar numa escolha musical específica que deseje levar para a viagem, deve pensar em tê-la pronta antecipadamente para que só tenha que usar os controles do volante para subir ou descer o volume ou mudar de faixa.

Prepare as crianças e planeie as viagens

viagens

Quem tem filhos sabe como uma viagem de carro com crianças pode ser stressante a bordo. A sua curiosidade e impaciência podem distraí-lo mais do que o seu smartphone, a música ou a falta de sono.

Reveja os seguintes elementos:

  • A distribuição dos lugares e a colocação das cadeirinhas.
  • O bem-estar dos menores ao longo da viagem, principalmente devido à insolação.
  • O que podemos trazer para manter as crianças entretidas durante a viagem.

Animais de estimação

viagens

Os animais de estimação fazem parte da família. Se o seu cão ou gato (ou qualquer outro animal) vier consigo no carro, considere os seguintes tópicos:

  • A forma como irá transportá-lo em segurança (com arnês, em gaiola, numa caixa própria);
  • As necessidades que terão ou os problemas que poderão sofrer durante a viagem (insolação, hidratação e nutrição, etc.).
  • Conte ainda fazer paragens não apenas para garantir o seu bem-estar, como também o dos seus animais de estimação.

Em conclusão: muitos são os aspectos que devemos levar em consideração ao fazer uma viagem. Planear tantos detalhes pode parecer fastidioso, mas se se lembrar que irá de férias, essa fase preliminar pode ter um encanto real. Partilhar com o seu parceiro ou com os seus filhos todos os preparativos pode ajudá-lo a reforçar laços e a encarar a viagem com mais entusiasmo.

Imagens |  iStock: oculo, nandyphotosBrianAJackson, Ivanko_Brnjakovicalexandr_1958 , grinvalds   | Gobierno de Reino Unido | Unsplash: Avi Richards

--

Uma iniciativa da: