Como ler a marcação de um pneu?

Ricardo Carvalho

26 November, 2020

A marcação de um pneu corresponde às palavras, letras e símbolos inscritos no flanco de um pneu. Além do nome da marca e da gama, pode-se ler também aas características e dimensões do pneu: largura, altura do flanco, diâmetro, estrutura, índice de carga e código de velocidade.

Descodificação

Exemplo de dimensão: 225/55 R 17 97 W
225: Corresponde às dimensões do pneu, ou seja a largura do pneu em mm. No nosso exemplo, o pneu tem 225 mm de largura

55: Indica a relação do pneu, ou seja, a altura do flanco expresso em percentagem face à largura do rasto do pneu. No nosso exemplo, a altura do flanco corresponde a 55% da largura do rasto. Quanto menor o valor, menor a altura do flanco.
Observação: quanto menor a altura do flanco, melhor a aderência em curva; neste caso, a condução também é menos confortável.

R: trata-se da construção interna do pneu. R indica que a construção é “radial”. Praticamente todos os pneus em circulação têm atualmente uma construção radial. Isto significa que os cabos têxteis da carcaça atravessam o pneu de uma pega (também designada “calcanhar”) à outra.

17: trata-se do diâmetro interior do pneu, por outras palavras, a altura da jante. Este diâmetro é indicado em polegadas. No nosso exemplo, o diâmetro é de 17 polegadas.

97: valor que corresponde ao índice de carga dos pneus. Indica a carga máxima que o pneu pode suportar quando enche até à pressão máxima de segurança. No nosso exemplo, isso não significa que o pneu pode suportar 97 kg, mas que o índice é de 97; neste caso, é preciso consultar a tabela de correspondências que determina a carga em kg para cada índice. Para um índice de 97, a carga máxima suportada é de 730 kg/pneu.

W: corresponde à classificação de velocidade do pneu e indica a velocidade máxima de certificação do pneu para poder suportar uma carga com toda a segurança. Os códigos de velocidade vão de A (a mais baixa) a Y (a mais alta) com uma exceção. O H está classificado entre o U e o V. Tal como para o índice de carga, cada letra corresponde ao equivalente em km/h:

Q: 160 km/h
R: 170km/h
S: 180 km/h
T: 190 km/h
H: 210 km/h
V: 240 km/h
ZR: > 240 km/h
W: 270 km/h
Y: 300 km/h

Outras marcações

Código UTQG

A norma UTQG (Uniform Tire Quality Grading) é uma norma norte-americana exigida pelo Ministério dos Transportes dos E.U.A. (FMVSS: FEDERAL MOTOR VEHICULE SAFETY STANDARDS) respeitante aos flancos dos pneus de viaturas particulares.

Os pneus com tacos (4×4, todo-o-terreno), os pneus para neve, as rodas sobresselentes de segurança e os pneus com dimensão inferior a 12 polegadas não estão abrangidos pela norma.

Esta norma deve estar inscrita nos flancos de todos os pneus vendidos nos E.U.A. e, devido ao facto de praticamente todos os fabricantes estarem presentes no mercado americano, esta norma pode ser encontrada na maioria dos pneus vendidos na Europa.

Informação sobre o fabrico

Estes códigos permitem saber quando e onde o pneu foi fabricado. Neste exemplo:
DOT – Department of Transportation (EUA)
BP – Código da fábrica onde o pneu foi produzido
M2 – Código de dimensão
P711 – Código opcional
4008 – Semana e ano de fabrico. Neste caso, semana 40 do ano de 2008.

Marcações de inverno

Podem estar inscritas duas marcações específicas para inverno nos flancos dos pneus
M+S: Esta marcação indica que, conforme o Regulamento Europeu, se trata de um pneu para neve. No entanto, o seu desempenho em condições de inverno não fazem parte do objeto dos testes.
3 Peaks Mountain Snow Flake: os pneus com esta marcação foram concebidos para as condições de estrada com neve e oferecem prestações confirmadas nos testes.
O símbolo constituído por três cumes e um floco de neve (3pMSF) é inscrito nos pneus M+S (Mud & Snow) concebidos para as condições de neve extremas.

--

Uma iniciativa da: