Que avarias graves pode provocar a quarentena no seu carro?

Alberto Valera

13 April, 2020

A internet é uma excelente fonte de informação, mas também é o local ideal para que sejam publicadas uma infinidade de falsidades sobre qualquer tema, como, por exemplo, sobre o automóvel. Aqui ficam algumas das avarias automóveis que circulam pela net em período de quarentena e nós dizemos-lhe o que há de verdade nelas.

Tendo em conta que em período de quarentena o carro pode ficar parado mais tempo do que o programado, é provável que possam surgir algumas avarias, mas tudo depende do local onde o carro está estacionado, na garagem ou na rua, do estado do veículo e dos seus elementos e, também, do facto de lhe mexer a cada 10/12 dias. Em função disso mesmo, pode ser precisa uma deslocação à oficina para fazer algumas “coisas”… ou então nem vale a pena preocupar-se, deixe-o parado até este período passar.
O Circula Seguro deixa-lhe algumas avarias que podem acontecer com maior frequência neste período.

Pode ser preciso substituir a bateria
Preço aproximado – a partir de 150 euros se for AGM

Se não mexer no carro a cada 10-12 dias e deixá-lo a trabalhar durante cerca de 15 minutos, é provável que a bateria se descarregue, sobretudo se for uma bateria com mais de três anos ou um carro com mais de 8-10 anos. Não se fie no calor, pois este também afeta a bateria; até porque pode ficar com esta para cultura geral: substituem-se mais baterias no verão do que no inverno.
Se o seu carro ficou sem bateria depois da quarentena, trate de o pôr a trabalhar com um booster ou com a ajuda de outro carro e circular pelo menos durante meia hora junto de sua casa. Depois é perceber se a bateria se vai recuperar ou não (depende da idade da mesma e do nível de descarga que sofreu), terá que a substituir ou poderá continuar com a mesma.

Trocar de pneus
Preço aproximado – depende do tamanho das jantes

Deixar o carro parado durante alguns meses, pode provocar uma leve deformação dos pneus, mas se os mesmo estiverem em bom estado de conservação, o normal é que essa pequena deformação desapareça com o passar dos quilómetros. Ah e não se esqueça de rever a pressão sempre que possa.

Poderá ter de substituir o líquido dos travões
Preço aproximado – 50 euros

É verdade que o liquido dos travões é higroscópico, pelo que é normal que absorva a humidade do ambiente e, para evitar que perca propriedades, é preciso trocá-lo a cada dois anos. Se o seu carro esteve muito tempo parado, à partida o liquido não vai estar mais deteriorado do que se o utilizasse com normalidade, pelo que terá de o trocar se já tiver pelo menos os dois anos de utilização.

Vai precisar de pintar o carro?
Preço aproximado – 1000 euros

A não ser que tenha deixado o carro debaixo de uma árvore este tempo todo e que os pássaros o tenham utilizado como sanita, que chova granizo ou que lhe tenham dado uma pancada, não precisa de se preocupar. Deve apenas ter necessidade de utilizar algum tipo de produto para tirar pequenas marcas que podem ter deixado a pintura com excrementos, mas não gastará mais de 15 euros em lojas de automóveis.

Substituir peça oxidadas (como as rótulas)
Preço aproximado – desde 120 euros

O normal é que todas estas peças se encontrem convenientemente oleadas e lubrificadas, pelo que as possibilidade de que isto aconteça são remotas, a não ser que a peça em questão já estivesse em mau estado anteriormente.

Falhas elétricas
Preço aproximado – 100 euros

A não ser que exista um problema anterior, o normal é que não aconteça nada de especial ao carro por ter estado tanto tempo parado. Apenas, e em caso de ter estado estacionado numa zona de campo, poderia algum roedor ter acedido a um ponto vazio do motor e roído algum cabo. Não seria a primeira vez nem a última, mas também não é habitual.

Poderá ter problemas de alimentação de combustível
Preço aproximado – desde 3000 euros (quatro injetores)

É verdade que a gasolina, com o passar do tempo, caduca, e isso pode provocar uma perda de rendimento em carros mais antigos (que vão desaparecer quando abastecer gasolina “nova”) até problemas de injetores em modelos de injeção direta a gasolina que, inclusivamente, pode obrigar a substituir os injetores, cujo custo ronda os 500 euros por unidade.
Para que a gasolina se deteriore bastante, devem passar pelo menos seis meses, depende também depende o estado do depósito. O normal é que, em um ou dois meses, não existam grandes problemas.

Vão existir fugas de liquidos?
Preço aproximado – cerca de 100 euros

Com nos pontos anteriores, isto não vai acontecer porque o seu carro está parado durante alguns meses. Mas pode acontecer, no caso de alguma mangueira esteja em mal estado, o que algum rato tenha feito das suas. Por isso, nunca é demais que reveja os níveis antes de arrancar com o veículo, ainda que o mais comum é que não aconteça nada.

Prepare-se para desobstruir condutas
Preço aproximado – desde 15 euros

É provável que a queda das folhas das árvores ou o polen possa obstruir algumas entradas de ar ou condutas de passagem de água no carro. Mas aqui a solução é simples. Quando limpar e lavar o carro, substitua o filtro do pólen até porque convém fazê-lo anualmente. Pode fazê-lo você mesmo e gastar apenas 15 euros.

Fotos: Pixabay

--

Uma iniciativa da: